Já havia ficado sabendo sobre esse documentário, porém, acabei por não ver nas telonas. Mas, a produtora do vídeo pro bem de toda a nação disponibilizou na internet. O documentário Muito Além do Peso foi produzido pela Marina Farinha Filmes, não conhecia, mas a partir desse documentário passei a admirar. O documentário possui quase 1h30, você vai encontrá-lo no final desse post, porém, caso você não esteja com tempo ou mesmo preguiça, ao menos leia meu post e veja os pontos que eu considerei mais importantes do documentário – as informações são importantes e vamos compartilhar!

O documentário possui entrevistas de diversas regiões do Brasil e palestrantes do mundo inteiro – dentre eles o famoso chef Jamie Oliver que fez uma maratona em escolas do EUA para adaptar um cardápio mais saudável para crianças com o objetivo de combater a obesidade.

documentario-muito-alem-do-peso-obesidade-infantil-saude (1)Todas as imagens desse post foram retiradas do vídeo

Vi muita gente culpando apenas os pais dessas crianças após assistir o documentário,  mas vou pedir que vocês prestem muita atenção no documentário e vejam que os culpados não são apenas os pais. Eu já fui uma criança obesa – e me senti sortuda ao ver o documentário por duas razões: 1ª eu não sou obesa mais e 2ª eu não tive nenhuma doença grave como diabete, trombose ou colesterol alto.

documentario-muito-alem-do-peso-obesidade-infantil-saude (1)Ufa! Escapei!

No inicio coloquei toda a culpa na minha mãe, mas percebi através do tempo que pais também erram e não por mal, mas por estarem lidando com situações caóticas e serem um só.  Como o documentário aponta, a culpa é também do governo, da cultura e da negligência de nós mesmos. É difícil educar, trabalhar, brincar e etc – eles podem parecer nossos super-heróis mas são humanos.

documentario-muito-alem-do-peso-obesidade-infantil-saude (1)

Na questão cultural é abordado o fato de ser saudável ser motivo de vergonha – que criança nunca foi zuada por levar uma maça ou invés de um pacotinho de bolacha para escola? Nós já comentamos aqui sobre o bullying com comidas saudáveis, é uma realidade triste, porém, existe.

A questão vai muito além da comida não-saudável ser mais gostosa do que a comida saudável, é uma questão cultural e emocional. Nós julgamos pessoas pelo o que elas comem, quem está de dieta está mais do que acostumado ouvir alguém dizer “ai você não ta comendo fritura? Que frescura”. 

documentario-muito-alem-do-peso-obesidade-infantil-saude (1)Vamos diminuir o tempo na televisão e aumentar o tempo de brincadeiras?

E como tirar uma criança da obesidade? É difícil mudar hábitos, ter escolhas de alimentos saudáveis e baratos, locais seguros e de graça para praticar exercícios. Logo, não é só uma questão de educação paternal – mas da educação de uma sociedade.

documentario-muito-alem-do-peso-obesidade-infantil-saude (1)Um pacote de Trakinas equivale a OITO pães franceses

documentario-muito-alem-do-peso-obesidade-infantil-saude (1)Não se deixe enganar, açúcar é carboidrato!

Não vou mentir que eu fiquei com a maior dor no coração em ver crianças que não sabem o nome de frutas e legumes que deviam ser alimentos do dia-a-dia, e ouvi-las dizendo que lhes falta um sentido na vida – a falta de confiança, a solidão, o bullying e a auto-estima destruída. Eu sei o que é passar por isso, e não quero que meus filhos passem.

documentario-muito-alem-do-peso-obesidade-infantil-saude (1)Você está consumindo mais de 1kg de açúcar por mês só em Coca?
Será que você está abrindo felicidade mesmo? Felicidade pra empresa….

E, se você pensa que se eles alimentos estão à venda e foram licenciados por ministérios responsáveis por cuidar da nossa saúde, eu te convido a ver as imagens a seguir e a repensar na confiança que você coloca em tais órgãos…

documentario-muito-alem-do-peso-obesidade-infantil-saude (1)

documentario-muito-alem-do-peso-obesidade-infantil-saude (1)

Não estou dizendo que precisa ser radical e cortar TUDO da sua alimentação e de seus filhos, mas que as besteiras tornem-se a exceção dentro da alimentação e não prato principal.  A realidade dos EUA chegou ao Brasil, que tal mudarmos isso? Como já dizia Renato Russo em Geração Coca-Cola…

Quando nascemos fomos programados
A receber o que vocês
Nos empurraram com os enlatados

Dos U.S.A., de nove as seis.
Desde pequenos nós comemos lixo

Comercial e industrial
Mas agora chegou nossa vez
Vamos cuspir de volta o lixo em cima de vocês

 Assista abaixo o documentário Muito além do Peso na integra e compartilhe!

  1. Janaina disse:

    Como pode um filho tão pequeno mandar nos pais??? É realmente incrivel a força que a indústria tem.
    Ótimo post. É um grande alerta esse documentário.

Comentários