Com o verão chegando, quatro milhões de lojas lançam comerciais de roupas curtas, biquínis e blusas agarradinhas que somente as magrelas podem usar, milhões de promoções em sites de compras coletivas para fazer massagens e tudo mais para diminuir medidas, todos os SPAs do mundo fazendo promoções para você se hospedar e perder os quilinhos extras e tudo mais.

Todo ano é a mesma coisa e todo ano alguma propaganda não agrada alguém. Desta vez quem entrou na mira foi a Marisa, uma loja de roupas/lingeries para mulheres e que sempre lança comerciais valorizando a sociedade feminina; mas a discussão foi um pouco longe demais e até protestos feministas estão ocorrendo por falarem que a propaganda é machista.

Se vocês ainda não viram a tão polêmica propaganda, aqui está:


Na MINHA opinião essa propaganda não tem nada de mais. Tem gente falando que estão induzindo à anorexia (não vi ninguém magro demais), bulimia (não vi ninguém vomitando) e a deixar de comer (não vi ninguém passando fome); só aparece uma imagem de alface e comidas saudáveis (cenouras, quinoas, pepinos e etc), qual o problema disso? Querer ser saudável é ruim agora? Se você é gordinha e está feliz assim, ótimo, mas tem gente que quer ser saudável e ter um corpo mais bonito para desfilar nas praias, piscinas e etc. Acredito que quem ficou ofendido com essa propaganda ou tem preguiça de se mexer ou é acomodado demais ou não tem mais o que fazer.

Categorias: Polêmicas, slider | Post por:
  1. ca disse:

    Teve até uma mulher tomando sorvete…isso ai é pra gera polemica e as pessoas verem o video

  2. Concordo, já assisti várias vezes essa propaganda na televisão e não vi nada demais…somente falou das dietas doidas que as mulheres fazem para chegar bem no verão…não entendo o que tem de mal nisso.

  3. Arlindo Souza disse:

    Gostaria de dizer que vocês, jovens, na maioria das vezes deveriam pensar duas vezes antes de dar suas opiniões parciais e pouco inteligentes sobre alguns assuntos. Você, pelo que me parece, nunca parou para esse assunto a fundo, e se estudou, foi obrigação da faculdade.
    Essa propaganda é deliberadamente ofensiva, e não é uma questão de OPINIÃO, como você colocou. Não se dá opinião sobre uma questão tão EXCLUSIVA (essa palavra vem de ‘excluir pessoas’, já tinha parado pra pensar ?) como essa.
    Se não tem a capacidade intelectual de perceber ainda, essa propaganda serve para ‘amaciar o solo’ para que no próximo verão, mais mulheres tenham medidas compatíveis com as peças mais caras das coleções da Marisa e as comprem. O que significa dizer para pessoas pouquíssimo estudadas e ignorantes por razões culturais deste país que ‘seu verão é mais feliz quando homens olham sua bunda magrinha vestida com biquínis curtos de lojas de preços médios-altos’ ?
    Significa atestar um FODA-SE bem grande para todos os seres afetados por essa maldita doença que a indústria da moda criou: a necessidade de ser magra, bonita e ter pele de pêssego.
    Eu tenho 102 quilos e 1,90. Tenho barriga, fumo, mas não bebo, tenho alimentação regular e o menos industrializada o possível e pratiquei artes marciais minha vida inteira, estando até hoje em plena capacidade de praticá-las.
    Existem universos muito diferentes do que esses onde vocês, jovens ‘cybernéticos’ se encontram. Vocês pouco os conhecem, e crêem piamente que comprar, comprar e comprar, de preferência se for exclusivo ‘não é tão mal assim’.
    Sequer me lembro de como vim parar aqui, mas não consigo ler tamanha atrocidade sem, como vocês dizem sem entender que não é nada disso, ‘expressar o meu ponto de vista’.
    Ridículo, absolutamente ridículo.

    • Juh Claro disse:

      Olá, Arlindo. Como a própria categoria do post diz, é uma polêmica que encontramos em vários outros sites/blogs e resolvemos publicar aqui também com a nossa opinião. Este blog é para termos uma vida mais saudável e acredito que esta polêmica se encaixa bem no assunto dele.
      Desculpe, estou fazendo faculdade e não por obrigação, não estudei o assunto da propaganda a fundo porque, como disse, é uma opinião própria e você tem total liberdade de discordar, mas dizer que isso é ridículo? Desculpe, cada um com a sua opinião. É exatamente por ter pessoas que pensam dessa maneira, sempre sendo vítimas, que criaram a polêmica, por isso a publicação do vídeo juntamente com a minha opinião.

    • Steh disse:

      Faço questão de te responder Arlindo, afinal, falando em polêmico e coisas que não se é estudada a fundo, pelo jeito você não se deu o trabalho de ler o nosso blog e entender o contexto no qual esse texto foi inserido. Eu, já fui obesa e não estamos falando de frescura aqui de jovens, ok? Fui uma criança obesa e por isso tive diversos problemas de saúde que hoje me cobram um preço alto, como o fato de ter apenas 20 anos e ter problemas nos meus órgãos do sistema digestivo e não poder comer tudo que eu gostaria e ser conhecida como “menina de vidro” que tudo machuca e faz mal a saúde. Só queria que você soubesse disso antes do que eu tenho pra falar.

      Sinceramente, sendo aqui um espaço “polêmicas” e sim, tenho o direito de dar minha opinião assim como você a sua, que não é posta aqui como uma verdade absoluta. Veja bem, no texto acima esta escrito “MINHA OPINIÃO” e não “VERDADE ABSOLUTA”.

      Sinto muito, mas você não tem o direito de vir aqui e dizer que “Existem universos muito diferentes do que esses onde vocês, jovens ‘cybernéticos’ se encontram.” no intuito de nos ridicularizar.

      Eu não vejo problemas nessa propaganda, que mal tem uma mulher ser feliz sendo magra? como ela ser feliz sendo gorda? A Marisa é uma loja de varejo/departamento e tem sua parte plus size, mas seu foco não é plus size, como por exemplo de uma loja como a Palank. Dentro do público alvo dela, (OPA, você sabe o que público alvo quer dizer?Ela esta atingindo o público desejado. Mulheres que ralavam muito porque quiseram ser magras (como você tem o direito de estar sobrepeso e ser feliz, cada um na sua.)

      Não acredito que pessoas fora de um padrão imposto pela sociedade (indiferente se esse padrão é aceitável ou não) se fazem mais ouvidas ou merecedoras de algo se fazendo de vitima. Se sente ofendido com a propaganda desligue a televisão, não compre na Marisa, denuncie no CONAR ( sabe o que é conar?), mas não ofenda pessoas que discordam de você.

  4. Ricardo disse:

    Constituição Federal (Sabe o que é isso? É um “livro” onde estão delimitados os direitos e deveres do cidadão) assegura claramente o livre exercício do direito de opinião. Infelizmente tem quem não saiba o que é bom senso (sabe o que é isso? É a aptidão de discernir o que é razoável) e não tenha a capacidade intelectual de debater sem julgar a opinião alheia.

    • Ricardo disse:

      A propósito, não achei nada ofensivo na propaganda. Cada um cuida do seu corpo como bem entender e se é culturalmente brasileiro cultuar o corpo… Paciência. Contanto que cada um seja feliz com suas opções, um abraço! Há quem passe todo o ano cuidando do corpo pra estar nos padrões socialmente estabelecidos, sim, porém, ninguém é obrigado a nada.

Comentários